VOLTAR AO SITE
 
Facebook

Economizando na hora de construir com detalhes que podem fazer a diferença.

Toques de sofisticação e a tarefa de oferecer conforto com estilo e ousadia nos projetos, sempre foi o desafio para vários arquitetos. Pois agregado a estes, esta também a incumbência de gerar economia na construção.

Não basta ser belo e funcional, se o custo ficar impraticável. A economia começa já no projeto, criando e moldando os espaços a necessidade de cada família.Ter um espaço voltado para receber é super interessante, desde que isso seja um hábito daquela família, caso contrário esse espaço se tornará obsoleto.

Estando o projeto personalizado, o segundo passo é a organização do canteiro de obras. Evita-se muito desperdício estabelecendo previamente os locais de armazenamento de cada material, e sua futura distribuição dentro do canteiro, bem como torna a mesma mais segura contra acidentes ou furtos.

Na hora de contratar a mão de obra, exigir que a execução da alvenaria

( paredes), estejam o  mais perfeito possível, pois desta maneira uma opção bem atraente na parte interna, é o revestimento de gesso ao invés do tradicional reboco. Já na parte externa da obra, um reboco fino, feito com chapisco através de peneira e desempenado, substitui a tradicional textura sem perder o charme. Outra opção é a construção de uma parede “falsa”, utilizando tijolinho comum

( tipo Andradas) com junta seca, e posterior pintura em caiação. Alem da beleza se ganha na acústica e conforto térmico,  pois torna-se mais espessa.

Outro detalhe que pode gerar um aspecto mais leve e econômico a obra, está relacionado ao telhado.Existem sistemas de coberturas mais leves do que as tradicionais telhas cerâmicas, que dispensam o pesado madeiramento e deixam com   um toque mais moderno as fachadas. (como as telhas metálicas tipo sanduíche, com seu meio em isopor).

É importante ressaltar que o arquiteto pode auxiliar desde a compra do terreno (verificando o entorno), ao andamento (se tudo está sendo executado da maneira como foi planejado) até a conclusão da obra.

Ao contrário do que muitos acreditam, ter um profissional na obra não custa mais caro.Ele faz a diferença e evita desperdício.

Deixe um Comentário

  ANDRÉ AMERICANO
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
NW MÍDIA MARKETING DIGITAL